Ciência

definição de DNA

O DNA é o ácido desoxirribonucléico responsável por conter toda a informação genética de um indivíduo ou ser vivo, informação única e irrepetível em cada ser, pois a combinação dos elementos se constrói de forma única.

Este ácido contém também dados genéticos que serão hereditários, ou seja, serão transmitidos de uma pessoa para outra, de geração em geração, para os quais a sua análise e compreensão acaba por ser de grande importância para a realização de qualquer tipo de investigação científica. ou arriscar uma hipótese para ser vista sobre a identidade ou características de um indivíduo.

A informação que o ácido desoxirribonucléico ou DNA nos oferece é aquela que está diretamente ligada à conformação de qualquer tipo de célula de um ser vivo. Essas informações são transportadas por meio dos segmentos conhecidos como genes, construções responsáveis ​​pela formação dos diferentes complexos celulares de um organismo.

Vale ressaltar que de acordo com a complexidade de um organismo vivo, o DNA pode ser mais ou menos complexo, ou seja, pode apresentar mais ou menos informações. Nesse sentido, o DNA dos indivíduos é muito mais complicado do que o de uma bactéria, que possui um único cromossomo, para citar um exemplo.

O DNA pode ser descrito como uma cadeia complexa de polímeros (ou macro células), polímeros que são duplamente entrelaçados por meio de ligações de hidrogênio. A estrutura do DNA torna-se mais complexa a partir dos pares de nucleotídeos, formando histonas, nucleossomos e as cromátides que compõem os famosos cromossomos. Os cromossomos estão localizados no núcleo de uma célula e sua combinação específica é o que determina o sexo do ser vivo: masculino ou feminino, masculino ou feminino.

Vale ressaltar que, no caso dos seres humanos, o gênero é determinado no denominado par 23, sendo feminino se o par for XX e masculino se houver a combinação XY. As cromátides são então compostas por toda essa cadeia de elementos que começa com o DNA.

Influência biológica do DNA

O DNA armazena informações sobre os genes, o genoma, e também é responsável por codificar proteínas e replicar o mesmo DNA para garantir que as informações sejam transferidas para novas células enquanto dura a divisão celular. Sem o DNA, a informação que constrói ou sustenta determinado organismo não seria viável, muito menos a impossibilidade de transmitir a informação que mencionamos.

Transmissão de herança genética

O gene é o nome que designa aquela sequência de DNA que garante que aqueles aspectos e características que vêm da herança sejam transmitidos de geração em geração de forma satisfatória. O gene contém a informação que é considerada herança e que o homem e a mulher passam a todos os seus descendentes ao longo da vida. Ressalte-se que essa informação inclui aspectos físicos como olhos castanhos e azuis e tendência a ter barriga, bem como qualquer outro tipo de situação plausível de ser herdada, como predisposição a alguma condição ou doença.

Benefícios do conhecimento e pesquisa de DNA

A descoberta, análise e compreensão do DNA têm permitido ao ser humano realizar todo tipo de pesquisas e avanços científicos que visam melhorar as condições de vida dos seres vivos. Entre esses elementos devemos citar as conquistas em genética e investigações forenses, por exemplo, atualmente, é possível determinar a responsabilidade material de um crime se amostras de material genético puderem ser obtidas no local. E isso sem falar na resolução de alguns agravos, já que o conhecimento milimétrico da composição de um indivíduo também nos permite conhecer suas deficiências e com o cunho da ciência buscar alternativas que possibilitem a cura de doenças.

Também na computação tem sido relevante uma vez que em sistemas deste tipo alguns elementos relacionados à composição do DNA são aplicados.

Sem dúvida, ao decifrar totalmente a composição do DNA, o ser humano produziu um dos mais importantes avanços da história, podendo ter acesso à mesma estrutura composicional de cada indivíduo no nível genético.