religião

definição de jesuítas

A ordem dos Jesuítas, ou dos Jesuítas, oficialmente denominada Sociedade de Jesus, é uma ordem religiosa católica fundada em meados do século XVI (mais especificamente no ano de 1534) na cidade de Paris. Seu fundador foi o religioso então declarado santo Santo Inácio de Loyola. Os objectivos da fundação desta empresa foram, obviamente, a extensão e difusão da mensagem de Jesus nos territórios e comunidades onde ainda não existia. Uma das principais e mais marcantes obras desta empresa ocorreu na América do Sul, no atual território argentino e paraguaio.

Contamos entre os elementos mais significativos e distintivos da obra da Companhia de Jesus o interesse em semear em seus seguidores e fiéis a mensagem de Jesus por meio da educação e do ensino evangelizador. Os jesuítas não só se tornaram famosos historicamente por ensinar às comunidades aborígines a mensagem católica, mas também por incutir nelas noções de espiritualidade e a importância de uma vida dedicada à reflexão e admiração das obras do Senhor, em vez do interesse por objetos materiais e por dinheiro. Ao mesmo tempo, os Jesuítas transmitiram aos seus fiéis a ideia de magis, ou missão para a qual cada um de nós foi criado e trazido ao mundo: descobrir a nossa própria missão e cumpri-la foi para os Jesuítas um acto de coragem e de total devoção ao Senhor.

Embora as empresas jesuítas existam até hoje com grande presença em espaços como a América Latina, um dos momentos mais cruciais de sua história foi a expulsão da América que sofreram no século 18 nas mãos dos reis Bourbon da Espanha e de outras casas dinásticas europeias. Os jesuítas representavam valores políticos e religiosos que não coincidiam com os dos reis (que queriam limitar o poder papal e centralizar o poder político e religioso em seu povo). Ao mesmo tempo, os Jesuítas realizaram um incrível trabalho de evangelização na América que ultrapassou as questões religiosas, pois deram às comunidades indígenas diversos elementos para a sua organização e subsistência. Hoje, os Jesuítas continuam a existir e têm numerosos adeptos em todo o mundo.