comunicação

definição de dissertação

Se chama dissertação ao raciocínio que se caracteriza por ser o produto de um pensamento cuidadoso e metódico sobre um assunto ou assunto. Embora o termo também seja usado com recorrência para se referir ao escrita ou discurso em que esse raciocínio cuidadoso e metódico é feito sobre uma determinada questão ou assunto. Embora possa ser escrito, a coisa mais recorrente é encontrar o dissertação oral, que é então a apresentação oral que um indivíduo fará sobre um tema específico.

Normalmente o mesmo, além de ter argumentos altamente elaborados e metódicos sobre a questão que aborda, é apoiado por meios gráficos, visuais e auditivos cuja missão é esclarecer ainda mais o tema que está sendo abordado.

Transmita informações e convença o público de algo

As dissertações são quase sempre feitas para um público amplo, raramente são ministradas no âmbito privado, pois geralmente têm como missão fundamental expor ou transmitir informações e ao mesmo tempo convencer o público.

Vamos pensar no presidente de um país que precisa levantar uma massa significativa de dinheiro e depois investir no desenvolvimento da infraestrutura de seu país, quando se encontrar com investidores estrangeiros e locais, fará uma dissertação convincente para que decidam investir seus dinheiro e, assim, ser capaz de obter os recursos.

Como vemos no exemplo, há um propósito claro de convencer o público a fazer algo concreto a partir do que é exposto.

Principais usos

Mas as dissertações são recorrentes nos mais diversos campos. A política é, sem dúvida, uma das que mais a utiliza e em que se destaca como instrumento essencial da atividade dos políticos, já que os candidatos a um processo eleitoral, ou os governantes, utilizam a dissertação para se comunicarem com a população e assim transmitir seus projetos ou anunciar medidas de gestão, respectivamente.

Por qualquer motivo, o domínio da boa oratória é fundamental para os dirigentes políticos, pois, quando é bom, é a chave que abre as portas para os cargos eletivos e ganha a simpatia do público, ao contrário, quando há um político que não se comportar bem no discurso, mesmo sendo um bom líder, honesto e com boas ideias, dificilmente você ganhará apoio se não conseguir convencer o público com sua oratória.

Também as dissertações são aplicadas mediante solicitação de apresentação pública de serviços e produtos.

As empresas, sempre que apresentam um novo produto ou serviço, costumam fazer um espectáculo de apresentação que vai girar em torno do mesmo e no qual será vital a presença da imprensa e também de personalidades famosas, que acabam por ser convocadoras do mídia e também porque darão o seu apoio ao lançamento, uma espécie de aprovação que será muito considerada pelo consumidor ou cliente na hora de escolhê-los.

A pedido do ensino secundário, terciário e universitário, as dissertações surgem como ferramentas extremamente comuns no que se refere à autoformação dos alunos. O professor atribui aos alunos um tema específico sobre o qual devem falar em aula e sobre o qual antes de realizar a referida dissertação devem fazer uma investigação consciente e exaustiva.

A forma mais comum, então, de realizar uma dissertação é o responsável por ela falar sobre o tema ou assunto diante de uma assembléia, auditório ou diante de sua aula acadêmica, valendo-se dos meios gráficos e audiovisuais relacionados ao assunto e que você escolheu previamente apresentar acompanhando sua dissertação.

Sua dissertação explicando a relação entre linguagem e filosofia foi tão clara que não tivemos dúvidas sobre a questão.”.