em geral

definição de humildade

Entendemos a humildade como aquela qualidade do ser humano por meio da qual a pessoa é modesta e não se preocupa consigo mesma, senão com os outros, com os que estão ao seu redor.

Virtude humana que se inclina a não presumir realizações, presume fracassos, e busca sempre a melhoria do bem comum

É sobre a atitude que uma pessoa observa e que a faz não se gabar de suas conquistas, que ela é capaz de reconhecer quando falha, e eventualmente suas fraquezas, e também agir sem orgulho.

Uma pessoa humilde não é uma pessoa egocêntrica, mas minimiza suas conquistas para não focalizá-las e perder a objetividade em suas ações cotidianas.

É importante dizer que a humildade é a virtude humana que torna as pessoas que a possuem conscientes de suas limitações.

Muitos o consideram o sustento das demais virtudes porque consideram que somente através de uma atitude que assume defeitos e limitações e não ostenta suas conquistas é que a pessoa será capaz de vencer na vida em todos os aspectos.

A humildade é avassaladora e condição necessária se você deseja alcançar coisas na vida, obviamente positivas e sempre em linha com o bem-estar e o bem comum.

Uma qualidade substancial de vida em sociedade que deve ser promovida

A humildade é considerada uma qualidade muito importante para a convivência em comunidade. É também de grande importância em muitas religiões nas quais o amor e a dedicação contínuos aos outros são a base de toda a doutrina. A humildade é uma atitude que distingue uma pessoa pela sua dedicação e serviço aos outros ao invés de focar a sua atividade e o seu pensamento em si mesma, o que seria um ato de narcisismo.

A pessoa com humildade ama o próximo e age com base nesta questão proposta por Deus em seus Dez Mandamentos, de agir sempre com respeito ao próximo.

As críticas que podem ser feitas à humildade vêm mais do que tudo do ponto de vista da liderança

Nesse sentido, pode-se dizer que uma pessoa humilde, às vezes, tem dificuldade em se estabelecer como líder, superar os outros e tomar decisões de forma segura e direta. É por isso que a humildade pode de fato ser vista como um problema na definição de papéis hierárquicos de trabalho, embora isso não seja exclusivo.

A humildade, no entanto, é um elemento altamente valorizado em termos sociais, pois de muitas maneiras uma pessoa humilde pode estabelecer laços mais pacíficos e estáveis ​​com outras pessoas, em comparação com pessoas que têm um caráter ou personalidade mais dominante.

A humildade é uma das qualidades mais valorizadas, mas ao mesmo tempo também uma das mais difíceis de encontrar hoje porque o mundo atual nos ensina a agir de forma individualista ou egocêntrica, razão pela qual os humildes são escassos e obviamente em caso de ter eles sempre se destacam na multidão.

Seria importante, por todas as questões altamente favoráveis ​​que expressamos sobre ela, que a virtude da humildade fosse promovida com maior efusão por todos os atores sociais que interagem em nossa comunidade, pois só assim poderemos construir uma sociedade melhor, mais justa, mais equilibrada e onde prevalece o amor e o bem-estar de todos.

A atitude humilde predispõe a pensar que qualquer coisa pode ser plausível para melhorar. Assim, se a humildade prevalecesse no grande público, e sem falar nos dirigentes políticos, boa parte dos graves problemas que afligem os países poderiam ser resolvidos.

O orgulho, seu oposto

O outro lado da humildade é o orgulho, caracterizado por uma forma arrogante e altiva de agir; o homem arrogante pensa que é superior a todos ao seu redor e, portanto, tende a humilhá-los e denegri-los.

Baixo status social

Por outro lado, o conceito é utilizado para se referir à baixa condição social que uma pessoa possui, ou seja, as pessoas que pertencem às classes mais baixas e mais pobres de uma sociedade estão enquadradas nesta condição de humildade e são popularmente também chamadas de humildes.