em geral

definição de razoabilidade

O termo bom senso é aquele que se refere à capacidade do ser humano de agir racionalmente, pautado pelo bom senso e pelo uso da verdade. Uma pessoa sensata é aquela que não só diz a verdade de maneira honesta e correta, mas também conduz sua vida de acordo com o bom senso, não se deixando levar por emoções incontroláveis ​​como ódio, amargura, paixão ou violência.

Obviamente, o bom senso é uma capacidade que só o ser humano conseguiu desenvolver, pois tem a ver com o uso da razão e deixando de lado os sentimentos mais relacionados à natureza, aos instintos, como violência, medo, angústia, paixão. O bom senso, ao contrário, é poder nos guiar pelo bom senso, aquele que nos leva a agir racionalmente, avaliando as diferentes possibilidades e circunstâncias para agir da melhor maneira sem causar danos aos outros.

O bom senso é uma forma de agir no nível social, pois a pessoa sensível busca sempre se comportar de forma lógica e compreensível nas diversas situações. Muitas vezes, porém, o bom senso pode levar a conflitos quando uma pessoa sensata pode contar verdades que outras pessoas podem não gostar ou compartilhar.

Na maioria dos casos, a ideia de bom senso está relacionada a uma forma de agir ou se relacionar com os outros que seja acessível e mediadora diante de possíveis conflitos ou problemas. Prudência, tranquilidade ou racionalidade são todos os elementos que costumam caracterizar as pessoas sensíveis e que facilitam muito a convivência social na maioria dos casos. Obviamente, o bom senso é, como muitos outros, uma característica da personalidade da pessoa, então você pode tentar desenvolvê-lo, mas muitas vezes isso não é alcançado se você tiver uma personalidade completamente oposta.