economia

definição de estoques

Os ativos de estoque são bens destinados à compra e venda que têm a finalidade de gerar algum tipo de lucro.

Os ativos de ações são designados por títulos pertencentes ao ativo financeiro de uma instituição, cuja capacidade de utilização nas operações de compra e venda permite à entidade obter valor em troca. Um caso típico de troca de mercadorias são as mercadorias que uma empresa produz.

Para uma determinada entidade, os estoques devem ser ativos tangíveis de sua propriedade para serem negociados durante a atividade da mesma. Os bens de troca podem ser bens que a empresa produz, mas também são outros adquiridos justamente para revenda. Um bem de troca pode ser encontrado no meio do processo de produção, em etapas iniciais ou finais, e pode ser localizado no local ou em trânsito.

Em uma empresa, todo ativo é um recurso e um bem potencial para troca na medida em que tenha uma utilidade econômica e tenha um valor ou troca ou uso. O primeiro é classificado como valor realizável líquido, enquanto o segundo é o valor de uso econômico. Um determinado bem de troca é constituído pelo valor de venda deduzido dos gastos dessa operação.

Todo bem constitui um recurso econômico para a empresa, ou seja, tem uma utilidade econômica, seja ele dinheiro, pode ser convertido nele, é uma mercadoria que se espera que seja vendida ou usada; tecnicamente, diz-se que têm um valor de troca e / ou de uso.

Um exemplo são as mercadorias que estão planejadas para revenda, pois têm um alto valor de troca, mas não têm uso. Por outro lado, uma peça de mobiliário ou semelhante tem valor de troca e valor de uso.

Um bem que perde todo o seu valor e a troca e uso não é mais um ativo da empresa.