política

definição de escrutínio

O fim escrutínio tem dois usos, por um lado, é o um exame completo ou análise de algoe, por outro lado, no espaço social e político, consiste na contagem de votos em eleição.

Exame abrangente que foi desenvolvido em relação a um tópico específico

Por exemplo, a pedido de uma investigação judicial, é comum que um escrutínio in loco seja realizado no local onde um crime foi cometido para obter dele alguma evidência sobre a culpa de alguém ou mais pistas para descobrir quem tem sido o autor do crime em questão.

Política: Contagem de votos após uma eleição

O outro uso recorrente do termo ocorre no campo político de qualquer comunidade, pois desta forma é designada à contagem, ao cálculo que é feito dos votos de uma eleição, ou, na sua falta, dos bilhetes, bilhetes, que foram atribuídos em um jogo.

O escrutínio acaba por ser o momento mais crucial de qualquer eleição política, porque daí resultarão os vencedores, que estarão então qualificados para exercer a função pública; entretanto, como consequência da importância, o escrutínio é encontrado especialmente regulado e controlado pelas autoridades competentes para evitar a manipulação dos resultados a favor de alguma facção e em detrimento de outra, que é popularmente chamada fraude eleitoral.

Geralmente, cada grupo político tem um ou mais procuradores, por estação de voto, para que no momento da contagem possam fiscalizar a sua realização dentro dos padrões de transparência estabelecidos, ou seja, para evitar qualquer tipo de aliciamento da competição que tira ou subtrai votos por meio de algum dispositivo. Claro, essa circunstância é comum quando se trata de eleições tradicionais nas quais eles votam por meio de cédulas de papel.

Tipos de escrutínio

Existem dois sistemas de contagem, escrutínio manual (Consiste na contagem voto a voto de cada urna na mesa, depois segue o escrutínio provisório dos telegramas e o escrutínio final com a presença de um juiz) e o escrutínio eletrônico (ou voto eletronicoÉ uma modalidade que ainda não é tão difundida em função do gasto excessivo que acarreta e também pelas críticas que tem levantado em relação aos controles deficientes que propõe; Neste mecanismo não existem urnas, os dados são imediatamente transmitidos do terminal em que o indivíduo vota para o centro de informática correspondente, pelo que o escrutínio final deste tipo é efectuado através de um computador).

Como funciona e o que é um data center

Os chamados centros de informática são decisivos no escrutínio por serem salas especialmente dedicadas e equipadas para processar dados, por exemplo, das eleições legislativas, presidenciais, de uma nação, entre outras opções.

Entre as condições que esta sala exige observar estão uma temperatura compatível, um sistema de segurança confiável, profissionais treinados e hardware e software especiais.

Neste espaço, os dados enviados de vários locais serão recebidos, inseridos, processados, para posteriormente serem publicados, informados ao público e à imprensa. Portanto, é imprescindível que o sistema ali implantado funcione de forma correta e eficiente para atender aos objetivos de processamento da informação.

Com o passar do tempo que trouxe o desenvolvimento de novas tecnologias aplicadas a este ato, conseguiu-se que os escrutínios eleitorais gozassem de transparência e certeza.

Claro, isso há muito tempo era realmente um sonho, mesmo não tão distante no tempo, nos primeiros anos do século passado, a fraude era um assunto recorrente, justamente pela falta de controles e de um sistema que garantia que não. erros ou a referida fraude eleitoral foram cometidos.

Com a fraude, muitos governos que não queriam perder o poder ilegalmente intervieram no processo eleitoral e acabaram torcendo o pleito a seu favor, simplesmente alterando a contagem dos votos. Obviamente, tal ação é um ataque ao sistema democrático que atualmente é penalizado em muitas leis que apóiam esse sistema de governo.