em geral

definição de paz

La Paz pode ser um estado, um acordo, um processo de entendimento entre grupos, entretanto, o harmonia, tranquilidade e não violência, serão as características presentes e obrigatórias em cada uma dessas formas em que ocorrer..

No primeiro caso, o de estado, o termo é usado para descrever e caracterizar o momento mental interior de quietude e calma que um indivíduo pode estar passando. Quando nos referimos ao processo coletivo de entendimento entre os diversos grupos sociais que compõem um país, estamos lidando com o que comumente se chama de paz social. Por isso, quando, por exemplo, a imprensa quer descrever o momento de calma que muitas vezes se segue a uma eclosão da sociedade por alguma causa política ou econômica, costuma usar o conceito de paz social para dar às pessoas a ideia de que essa tranquilidade é coletiva. e não de um único grupo ou indivíduo.

Enquanto isso, o Direito Internacional geralmente usa o termo paz para se referir a um acordo ou tratado que põe fim a um conflito bélico. Por exemplo, a paz de Westfália, porque é sempre habitual colocar o nome do local onde se chegou ao acordo de paz. Como consequência da relação que a paz mantém com a harmonia, a tranquilidade e a não violência, a paz tornou-se geralmente uma meta a ser alcançada e desejada tanto para si como para os outros.

Ameaças à paz

A guerra em qualquer uma de suas formas e dimensões é a grande ameaça à paz. Outras situações não são tão dramáticas, mas também apresentam riscos, como o crime organizado, a pobreza extrema ou as desigualdades. Se existem grupos criminosos em um território, a falta de recursos e riqueza está nas mãos de uma minoria, é claro que a paz está em perigo.

A luta pela paz

Não existe receita mágica para garantir a paz, mas sem dúvida existem algumas estratégias que podem colaborar neste objetivo. Uma educação baseada no respeito e no diálogo é, sem dúvida, um antídoto para prevenir qualquer forma de violência. Um sistema jurídico eficiente e justo permite que toda uma sociedade coexista em harmonia.

Os efeitos devastadores das guerras levaram à criação de instituições políticas e acordos internacionais que visam garantir a paz. Assim, a ONU, a União Europeia ou os tratados comerciais são quadros de referência globais que favorecem o entendimento entre as nações. Existe até uma abordagem paradoxal cujo propósito é prevenir a guerra: se você quer paz, prepare-se para a guerra.

A serenidade do espírito ou paz interior

Ser bom consigo mesmo e não ter nenhum distúrbio emocional é uma aspiração desejável para qualquer ser humano. Para alcançar a desejada paz de espírito, existem todos os tipos de propostas religiosas, espirituais ou filosóficas. Para o Cristianismo, a verdadeira paz é alcançada no encontro pessoal com Deus. Para o budismo, o caminho para a paz pode ser conquistado por meio do nirvana. Algumas abordagens filosóficas desenvolveram estratégias para que os seres humanos encontrem paz em suas almas.

Na linguagem do dia a dia

Se não queremos ser incomodados por alguém, dizemos "deixe-me em paz". Na missa, os católicos lembram-se deste conceito quando dizem: "Deixo-vos a paz, dou-vos a minha paz". Quando alguém morre sem sofrimento, diz-se que "morreu em paz".

Jesus Cristo, Gandhi e Martin Luther King

Esses três personagens têm algo em comum, pois a mensagem de todos eles era voltada para a paz entre os homens. Apesar disso, todos os três tiveram um fim trágico. Isso nos lembra que boas intenções são sempre necessárias, mas não suficientes.