comunicação

definição de ortografia

O termo de ortografia Permite referem-se àquele signo ou à série de signos com os quais são representados por escrito, seja um som ou uma palavra falada.

Enquanto, por sinal, se refere a o que usamos espontaneamente ou por convenção quando tentamos explicar ou representar uma ideia ou coisa.

Para melhor compreendê-lo, daremos um exemplo, a imagem de um E maiúsculo vermelho atravessado por uma linha oblíqua vermelha nos dirá que naquele local onde aparece arranjado não é permitido estacionar um veículo, por exemplo, devemos evitar estacioná-lo ali, pois ao fazê-lo podemos sofrer as consequências de fazê-lo, como é o caso de sermos multados pela autoridade de trânsito.

Enquanto isso, no signo encontramos dois elementos, por um lado o significante, que é o que vemos, sentimos, no nosso exemplo seria o E maiúsculo atravessado por uma linha oblíqua vermelha, e por outro lado o significado, que é aquela ideia que obviamente não podemos tocar e que o sinal em questão nos transmite.

A ciência que lida com o estudo dos signos é semiótica. E no que diz respeito aos sinais, distingue entre sinais convencionais, que indicam algo concreto, estipulado, e as indicações, que são aquelas que se estabelecem pela ação da natureza e nem sempre significarão o mesmo para todos.

Por outro lado, a ortografia é um dos sufixos mais usados ​​em nosso idioma, que tem origem grega e pode se referir a questões como: escrita, descrição e imagem.

Da mesma forma, este sufixo está contido na denominação de muitas ciências (geografia, hidrografia, demografia, etc.), gêneros literários (biografia, autobiografia) e conceitos relacionados à escrita (grafia, tipografia, caligrafia, entre outros).

Normalmente, a palavra grafia é geralmente substituída em seu uso por seus sinônimos carta e escrita, para citar o mais popular.