em geral

definição de indicadores

A palavra indicadores é o plural do termo indicador. Um indicador é, como o nome diz, um elemento que é usado para indicar ou indicar algo. Um indicador pode ser concreto e abstrato, um sinal, um palpite, uma sensação ou um objeto ou item da vida real.

Podemos encontrar indicadores em todos os tipos de espaços e momentos, assim como cada ciência tem seu tipo de indicadores que são usados ​​para seguir um determinado caminho de pesquisa.

Os indicadores podem ser considerados pontos de referência, pelas informações e indicações que contêm per se, podendo fornecer informações quantitativas ou qualitativas.

As informações serão constituídas por dados que por sua vez são compostos por números, medições, opiniões, eventos, entre outros. Qualquer um deles nos permitirá saber informações confidenciais que nos dirão como agir sob o comando de um processo.

A principal função dos indicadores é indicar dados, procedimentos a serem seguidos, fenômenos, situações específicas. Normalmente, cada tipo de ciência desenvolve seu próprio tipo de indicadores que podem ser mais ou menos eficazes e cujo objetivo final será orientar a análise ou estudo dos fenômenos dessa ciência. Nesse sentido, os indicadores com os quais as ciências empíricas, naturais e exatas podem contar podem ser muito mais concretos, ajustáveis ​​e mensuráveis. Ao contrário, os indicadores de fenômenos, situações ou realidades no campo das ciências sociais estão sempre muito mais próximos de serem debatidos e discutidos, uma vez que os processos sociais nunca são redutíveis a regras ou números.

Precisão e consistência

Será rigoroso que os indicadores contenham extrema precisão e que correspondam de forma coerente com o assunto em análise. Eles também devem acomodar mudanças, que os tornarão confiáveis ​​e demonstráveis, e terão que ser fáceis de alcançar.

Vamos pensar que um determinado evento ocorre e nos propomos a estudá-lo, os indicadores nos permitirão saber de forma concreta a magnitude, intensidade, evolução, seus efeitos e fornecer uma previsão para o futuro, entre outras opções.

Os indicadores econômicos, por exemplo, inflação, pobreza, taxa de desemprego, irão expressar em números as características da economia de uma nação e através dos números que estes refletem poderemos saber sua evolução, se a inflação for alta poderemos deduzir facilmente que a economia daquele país tem sido complicada.

O mesmo ocorre com outros tipos de indicadores, como os demográficos, que nos permitirão conhecer em números as características de uma comunidade. A composição por idade, por gênero, sua distribuição, entre outros assuntos de interesse.

Eles fornecem informações confidenciais para desenvolver políticas

Para a gestão governamental, os indicadores fornecem informações sensíveis e muito relevantes, pois nos permitem conhecer com certeza a realidade do país e, quando cabível, promover políticas que possibilitem a correção daqueles indicadores errados ou abaixo do esperado.

Hoje, por exemplo, é possível por meio de índices como o Desenvolvimento Humano (IDH) avaliar a qualidade de vida das populações mundiais. Foi proposto pelo programa de desenvolvimento das Nações Unidas como uma ótima ferramenta para aprender sobre este aspecto importante.

Os indicadores podem nos orientar, por sua vez, para outros tipos de indicadores e é quando devemos falar sobre indicadores hierárquicos ou diferentes níveis de indicadores, pois alguns elementos ou sinais mais básicos podem levar a indicadores mais óbvios ou mais complexos dependendo do caso.

Muitos aspectos da vida diária também possuem uma série de indicadores que podem nos orientar em nossas atividades diárias. Por exemplo, a casa, a cidade, o bairro e o espaço público são todos espaços em que encontramos milhares de indicadores diferentes que determinam se podemos fazer algo ou não, se devemos fazer ou não, se algo é perigoso ou não. , se estivermos no caminho certo, se o que pretendemos fazer será bem-sucedido, entre muitas outras possibilidades.