economia

definição de patrimônio

Com o termo de patrimônio, é designado ao conjunto de bens próprios ou em seu defeito herdado de seus ancestrais, com os quais uma pessoa tem e qual é aquele que em contas definitivas nos contará sobre a riqueza ou pobreza daquele indivíduo em pergunta., isto é, somente conhecendo a herança de alguém podemos saber se ele é rico ou pobre.

O patrimônio líquido será composto por um passivo e um ativo. Por meio de bens, estarão representados todos os bens de um mesmo proprietário, os reais, os créditos e por outro lado, a responsabilidade é aquela sobre a qual recairão as dívidas, obrigações e todos os encargos em geral.

Por outro lado, ativos e passivos estão intimamente ligados entre si, uma vez que o passivo é lastreado pelo ativo que faz parte do patrimônio líquido.. É o que permite que, por exemplo, em caso de sucessão mortis causa, os herdeiros do falecido recebam o bem, mas também a responsabilidade e depois, no caso desta última, os herdeiros devem satisfazer e cancelar a responsabilidade com o bem. quando herdam o imóvel, pois assim como receberão bens imóveis, dinheiro, joias, entre outros tipos de bens, também receberão o menos agradáveis ​​que são as dívidas de toda espécie que aquele a quem herdaram tem contraído.

Por outro lado, os ativos de uma pessoa podem ser calculados e estimados economicamente. Geralmente, o cálculo ou apresentação de ativos em termos econômicos pode ser feito de forma espontânea por uma pessoa física ou jurídica, no caso de se referir ao patrimônio de uma pessoa jurídica, quando chega a hora, por exemplo, de querer entrar em um negócio, e então Com esta apresentação, a outra parte, sejam os credores ou os sócios investidores da mesma, podem ter uma ideia completa da situação económica da pessoa, o apoio financeiro que poderá ter caso tenha que utilizá-lo para fazer face a qualquer transtornos, por exemplo, e se, por outro lado, você tem várias dívidas, alerte-nos para o seu histórico pouco confiável.

Entretanto, também sucede que o património, ou melhor, a sua apresentação, é dever de cumprimento regulamentar em caso de exercício de função pública no estado. Desta forma, com os patrimônios, é possível saber se este ou aquele político foi enriquecido ilegalmente no exercício de sua função, se, por exemplo, seus rendimentos durante um determinado período não correspondem ou representam o nível em que seus patrimônio evoluiu ao mesmo tempo.

Declaração sob juramento

Formalmente, o documento escrito por meio do qual um funcionário público expõe sua fortuna é o declaração sob juramento. Consiste numa declaração sob juramento, feita pessoalmente, verbalmente e também por escrito, perante as autoridades competentes.

A importância da declaração juramentada de um funcionário público reside no compromisso que o faz assumir no que diz respeito a expressar a verdade sobre os bens e o dinheiro que possui no momento de ingressar na função pública, durante a mesma e na hora de se aposentar. . Se for constatada contradição entre o depoimento e a realidade, esse funcionário terá a plausibilidade de receber uma condenação criminal por ter violado o juramento prestado em tempo hábil. Infelizmente, em muitos casos, essas ações criminosas não são bem-sucedidas, mas, apesar disso, o depoimento é uma excelente ferramenta de controle contra o enriquecimento ilícito de funcionários públicos.

Patrimônio cultural

Enquanto isso, o conceito acabado de expor é transferido para a esfera cultural e corresponde precisamente ao patrimônio que uma sociedade ou comunidade possui em matéria cultural e que deve cuidar dele para depois transmiti-lo às gerações seguintes.

Já que a história que uma nação tem em termos de cultura é o que a distingue e a distingue das demais, é que ela deve ser protegida e há organizações que se encarregam de identificar e classificar os bens considerados pendentes para a cultura de uma nação, território ou de toda a humanidade. E também, por outro lado, geram mecanismos para atendê-los de qualquer tipo de dano ou ataque que possam sofrer. Porque as gerações futuras têm o direito de poder desfrutar e viver esses bens e também são importantes como objetos de estudo para poderem estabelecer a história de um lugar.

UNESCO, uma sigla que popularmente chama de Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura é a organização internacional e especializada que as Nações Unidas têm no campo da promoção, defesa e preservação da ciência, cultura e comunicações. Existe desde Novembro de 1945, tem 195 estados membros, 8 estados associados e está sediada na cidade de Paris. Basicamente, a UNESCO orienta as comunidades quando se trata de gerenciar e cuidar de forma eficiente de seus bens culturais.