em geral

definição de extracurricular

Palavra extracurricular é um termo que usamos extensivamente no campo educacional dar conta do que não faz parte ou não faz parte do currículo, ou seja, não entende.

As atividades ou conteúdos que não fazem parte do currículo escolar, mas que normalmente são desenvolvidos na escola

Atividades como a música, a prática de um esporte, o aprendizado de um idioma, entre outras, podem ser aprendidas extracurricularmente e, por exemplo, consideradas como tal.

Currículo: currículo que tem a missão de levar conhecimento aos alunos

Enquanto isso, o currículo consiste no Currículo que é ministrado em uma instituição de ensino e que visa que o aluno apreenda os conteúdos aí envolvidos e a partir deles desenvolva suas capacidades e possibilidades..

O currículo inclui um conjunto de objetivos a atingir pelos alunos, os conteúdos da disciplina em questão, os critérios metodológicos que serão aplicados para a concretização dos objetivos pedagógicos e as técnicas de avaliação que serão estabelecidas para avaliar o impacto do ensino.

No momento da elaboração do currículo, será levado em consideração o nível de estudos correspondente, primário, secundário ou universitário, e a partir disso se começará a estabelecer o que deve ser ensinado e o que os alunos devem aprender.

Da mesma forma, o currículo deve considerar as reais necessidades do aluno e abrir um canal de comunicação e participação entre alunos, professores, pais e autoridades escolares.

Um bom currículo deve ser dinâmico, em constante evolução para melhorar as possibilidades dos alunos e ser inclusivo, ou seja, incluir a todos, ecoando as diferenças entre os alunos.

Componentes do currículo

O currículo de qualquer instituição é composto dos seguintes elementos: plano de estudos (organizar o tempo das atividades educacionais por assunto e cronograma), programas de estudo (organiza o ano letivo com os objetivos a atingir e os conteúdos a aprender, com as respetivas metodologias e sistema de avaliação)), mapas de progresso (indicam o andamento da formação do aluno em cada disciplina), níveis de realização (mostrar o desempenho de cada aluno em uma determinada matéria), textos escolares (eles contêm os tópicos que o currículo estabelece que os alunos devem aprender), avaliações (são essenciais para determinar o impacto do ensino), linha pedagógica (Implica uma abordagem sócio-cognitiva que estimula o desenvolvimento da criatividade e a participação do aluno nas aulas e em qualquer outra atividade).

A importância das atividades extracurriculares na melhoria da atenção, socialização e aprendizagem

As atividades extracurriculares são realizadas fora do horário letivo e, apesar disso, tendem a ser uma parte fundamental da escola e normalmente representam um grande interesse para os alunos, embora possamos classificá-las em dois grandes grupos, tais como: cultural e artístico e desportivo.

Dentre os esportes, a prática de esportes como futebol, vôlei, natação, rugby, entre outros, e os esportes culturais e artísticos podem consistir na pintura, música, teatro, meio ambiente, entre outros.

Sem dúvida, o principal benefício que essas atividades oferecem aos alunos é o fato de promoverem a socialização, pois são práticas pensadas para serem realizadas em equipe.

Quando um aluno tem alguma dificuldade de sociabilidade, ou também de aprendizagem, costuma-se aconselhar que inicie algum tipo de atividade extracurricular, pois é aprovado que ajudam muito na hora de melhorar a capacidade de aprendizagem, atenção, a fortalecer a confiança de crianças e jovens e, portanto, aumentar a autoestima.

Eles desenvolvem interesses, evitam o estresse e permitem a manifestação de habilidades

Ao poder escolher qual atividade extracurricular realizar, o aluno pode expressar e focar no desenvolvimento de seus interesses e habilidades, questão que obviamente terá um impacto positivo em sua estima.

Também não é surpreendente que à medida que são realizados o aluno consiga demonstrar melhorias no plano social e também no que diz respeito à concretização de novos planos.

Por outro lado, oferecem um momento de descontração, para fugir do stress da aprendizagem na sala de aula e descontrair, divertir-se e aprender coisas mas sem pressão.

Assim, se uma criança com algum dos problemas acima gosta de cantar, tocar um instrumento, desenhar, entre outros, ela deve ser incentivada a participar de atividades extracurriculares que ofereçam essas possibilidades, pois sem dúvida irão absorver os benefícios delas.

Agora, é importante dizer que as crianças nunca devem ser pressionadas a desenvolver essas atividades porque isso continuará a contribuir para seu estado de ansiedade e estresse e não as ajudará nesse sentido que possam relaxar aprendendo ou desenvolvendo um hobby.