em geral

definição de atitude

A atitude é a disposição voluntária de uma pessoa frente à existência em geral ou a um aspecto particular desta. Os seres humanos experimentam várias emoções em suas vidas que estão longe de serem motivadas por sua livre escolha; por outro lado, a atitude abarca aqueles fenômenos psíquicos sobre os quais o homem tem liberdade e que o ajudam a enfrentar os diversos desafios que se apresentam de uma forma ou de outra.

Essas disposições que nos ajudam a lidar com as demandas do meio ambiente podem ser incluídas no que é chamado de atitude positiva. A atitude positiva de uma pessoa origina-se em fazer uso dos recursos de que dispõe para resolver seus problemas e dificuldades. Em efeito, a ênfase de uma pessoa com uma atitude positiva é focada no que ela tem em vez de cuidar do que falta. Assim, a atitude mental positiva influencia a saúde mental, fomentando sentimentos que transmitem bem-estar e placidez.

Pelo contrário, atitude negativa é uma fonte inesgotável de desapontamento e sentimentos derrotistas. Em geral, as pessoas quando sofrem de depressão adotam esse tipo de atitude perante a vida. Basicamente uma pessoa com uma atitude negativa concentra sua atenção no que lhe falta e no que ela precisa: saúde, dinheiro, amor, etc. Por mais legítimas que sejam essas aspirações, a verdade é que focar nas deficiências não nos levará a eliminá-las, pelo contrário, pode criar outras.

Além dessa classificação de acordo com a forma como nos posicionamos diante de nossa vida e daí qual é a atitude que tomamos, também esses tipos de atitudes (negativas ou positivas) podem ser usados ​​para catalogar nosso comportamento em relação aos outros, todos os outros seres humanos ao redor nós. Entre as atitudes positivas, que seguramente irão fortalecer e estreitar nossos laços com os outros, seja na família, amigos, trabalho, escola, associações das quais participamos, estão: solidariedade, companheirismo, compreensão, pró-atividade, criatividade, bom humor, entre outras . Por outro lado, aqueles que estão relacionados a uma atitude negativa e que tendem a criar conflitos e tensões com os outros são: egoísmo, inveja, ciúme, ressentimento, mentira, ganância, orgulho, indiferença, entre outros que podem ser identificados.

Muitas vezes, tanto as atitudes positivas quanto as negativas podem ser inatas ao ser humano, ou seja, uma pessoa pode ser solidária por essência, ou, pelo contrário, ciumenta. Essas atitudes, que constituem o nosso "jeito de ser", são aquelas que podem nos causar problemas com os outros em nossas interações sociais (especialmente as negativas). É muito comum que casais se separem porque um dos dois quer que o outro mude atitudes, por exemplo, de ciúme. Porém, é muito difícil para o ser humano ter total controle dessas atitudes que fazem parte dele.

Outra situação bem diferente é quando alguém adota uma determinada atitude para atingir ou atingir algum objetivo específico e, nesse sentido, a atitude fará parte de si temporariamente. Por exemplo, as famosas "mentiras inocentes" que costumam ser contadas, e apesar do fato de ser uma mentira de qualquer forma, não parecem ser tão sérias.

É imprescindível estar atento às atitudes que adotamos diante dos diversos acontecimentos que devemos vivenciar no dia a dia. Enquanto cada homem orientar sua vida para aumentar seu bem-estar e alcançar a felicidade, qualquer uso que fizermos de nossa liberdade tenderá a nos aproximar ou distanciar desses objetivos. Uma atitude positiva correta certamente aumenta as chances de sucesso.

A psicologia, por exemplo, com suas múltiplas linhas de abordagem terapêutica, sem dúvida tem contribuído enormemente para a identificação das atitudes (negativas, em geral, são aquelas que geram conflitos e, portanto, são consultadas com os profissionais) e seu possível controle. Como dissemos, reconhecer nossas atitudes cotidianas, focalizá-las e tentar eliminar os negativos de nossa vida, será uma eliminação de muitos conflitos e tensões que podem ser gerados com outras pessoas.