em geral

definição de estrutura

Por meio da estrutura de termos, várias questões podem ser mencionadas. Por um lado, estrutura significa a distribuição e ordem das partes mais importantes que compõem um todo. Mas, por outro lado, com o mesmo termo podemos significar ou falar de aquele sistema de conceitos que se ligam e cuja razão de ser será a de especificar a essência do objeto de estudo, ou seja, tanto a realidade quanto a língua falada terão uma estrutura própria e particular. E nas outras áreas em que a palavra estrutura goza de enorme popularidade, uma vez que é de uso comum e regular por aqueles que a entendem, é na arquitetura.

Em arquitetura e engenharia, o uso deste termo também é recorrente, uma vez que é assim chamado aquela estrutura de ferro, madeira ou concreto que sustenta um edifício sobre si mesmo. Sem dúvida, este sentido da estrutura da palavra é o mais popular e difundido ao usar este termo ...

O básico, antes de colocar todos os detalhes acessórios como revestimento, torneiras e vãos em um prédio de apartamentos que está sendo construído, será fundamental colocar uma estrutura que dê consistência e rigidez à construção, que será responsável pela sua durabilidade. o que o edifício terá e isso, claro, também determinará o seu valor.

Contanto que seja Engenharia Industrial, um ramo da engenharia civil, a disciplina que se centra precisamente no desenho e cálculo que corresponde à parte estrutural que mencionamos acima.

A sua principal missão e na medida em que se centra fundamentalmente é conseguir estruturas que sejam seguras, funcionais e muito resistentes, quer em edifícios, paredes, pontes, barragens, túneis, entre outros espaços e que sejam constantemente percorridas e habitadas por pessoas.

Para isso, para projetar estruturas, a engenharia estrutural aplica o que é conhecido como mecânica contínua, um ramo da física mecânica que estabelece um modelo unificado para sólidos deformados, para fluidos e rígidos. Desta forma, atende-se a um projeto que seja capaz de suportar o seu próprio peso, o das cargas devidas ao uso e o peso causado por fenômenos naturais ou climáticos, como é o caso do vento, água, neve e terremotos.

A engenharia estrutural e os profissionais que a implantam garantem, então, por meio desses procedimentos, que os projetos que fazem são capazes de atender às normas de segurança, ou seja, que a estrutura não ceda sem antes dar um aviso prévio.

Por outro lado, atendem também a questões de conforto, por exemplo que as vibrações estruturais não perturbam a tranquilidade dos ocupantes e isso está intimamente relacionado com os materiais utilizados na construção.

De referir que estes objectivos são possíveis não só através de uma utilização responsável e satisfatória do dinheiro investido, mas também através da escolha de materiais que cumpram as normas acima mencionadas.

Mas muitas outras áreas também utilizam o termo estrutura para se referir ao seu funcionamento, disposição ou objeto de estudo, ciências sociais, ciências aplicadas, astronomia, engenharia, matemática, entre outros.