Ciência

definição de catalisador

O termo catalisador é usado para designar aquele fenômeno ou aparelho que serve para acelerar um processo específico. Existem os catalisadores naturais, que são aqueles que ocorrem por um processo químico ou físico, e também os catalisadores artificiais, aqueles criados pelo homem a partir da imitação do processo natural da catálise e cujo objetivo é ser ainda mais potentes ou eficientes para certas necessidades.

A ideia de um catalisador vem da catálise, um processo que envolve a aceleração de um evento ou reação natural. Assim, a catálise implica na alteração (natural e artificial) de um processo e na aplicação de velocidade sobre ele para atingir sua resolução mais rapidamente. O processo de catálise pode ocorrer em vários aspectos da natureza e ser o resultado natural da ação de diferentes entidades ou elementos.

Nesse sentido, o catalisador é justamente o elemento que desencadeia essa reação para obter uma maior velocidade de reação. No campo da química, o catalisador não pode ser nem mais nem menos do que enzimas que são aplicadas artificialmente a uma reação química para que se desenvolva mais rapidamente. Este tipo de catalisador pode ser usado não apenas em pesquisas científicas, mas também, e talvez especialmente, na produção de certos elementos químicos que requerem certas características específicas para serem usados.

Outro dos catalisadores mais comuns que podemos encontrar, e aqui devemos falar de um catalisador mecânico artificial, é aquele que faz parte do sistema de motor de um carro. O catalisador ou conversor catalítico é, em outras palavras, aquele que garante que a emissão de gases nocivos ao meio ambiente e, obviamente, ao homem seja reduzida. Assim, o conversor catalítico é responsável por acelerar o processo de conversão ou dissociação de alguns gases nocivos, como monóxido de carbono ou diferentes hidrocarbonetos, em gases menos nocivos ou inofensivos, como nitrogênio, dióxido de carbono e vapor d'água.