comunicação

o que é figura retórica »definição e conceito

As figuras de linguagem, também chamadas de figuras de linguagem, representam uma maneira diferente de usar a linguagem. O objetivo dessas figuras é criar um estilo comunicativo mais original e literário.

Em espanhol, existem mais de uma centena de figuras de linguagem e muitas delas são variantes da mesma ideia. Por outro lado, deve-se ter em mente que todos eles se baseiam em uma ideia ou estrutura geral, ou seja, um sujeito, um verbo e um predicado. As figuras retóricas partem dessa regra, mas com a intenção de quebrá-la em algum sentido.

Classificação de figuras retóricas

Eles podem ser agrupados nas seguintes categorias: figuras fonéticas ou de repetição, significância, acumulação, posição, figuras lógicas, ficção, figuras dialógicas e figuras estilísticas. Aqui estão alguns deles.

Figuras fonéticas ou de repetição

A aliteração é normalmente usada na linguagem poética para estabelecer uma certa rima (um exemplo conhecido seria o famoso tres tristes tigres ou o efeito repetitivo de sons em alguns versos de Miguel Hernández que, as almas aladas das rosas)

De significância

Na metáfora, uma relação de semelhança é estabelecida entre dois conceitos e, portanto, é uma comparação (por exemplo, alma de aço, coração de vidro ou rosto de anjo, coração de demônio).

A metonímia designa uma ideia com o nome de outra (vou ter um Rioja ou minha tia fez 80 anos).

Hipérbole, antítese, símile, paradoxo ou oxímoro são outras figuras literárias significativas.

Acumulação

Um exemplo significativo é o epíteto, que se baseia no uso de adjetivos desnecessários (neve branca ou silvas espinhosas). Por outro lado, a ideia de acumulação pretende criar um efeito clímax (era um cara robusto, enérgico, vencedor, invencível).

Figuras retóricas de posição

São aqueles que alteram a ordem normal de uma frase, sendo os mais conhecidos o hiperbatonista, o quiasma, o trocadilho ou o parêntese. Por exemplo, nos versos seguintes de Manuel Machado encontramos o uso dos parênteses como figura literária (Veio rendido -luz sem fogo- entre as nuvens).

Figuras lógicas de linguagem

São aqueles em que as ideias são expressas por meio de uma relação lógica específica. O mais conhecido é o paradoxo (o verso que vivo sem viver em mim de Santa Teresa é famoso). A antítese é uma figura que joga com a oposição lógica das palavras (um pequeno passo para o homem, mas um grande salto para a humanidade, a frase que Armstrong proferiu quando caminhou na Lua pela primeira vez).

As figuras retóricas são artifícios literários e, portanto, "fórmulas" da linguagem para criar criando beleza e harmonia na expressão.

Não devemos pensar que são usados ​​exclusivamente na literatura, já que também os usamos na linguagem cotidiana, pois quando falamos podemos comunicar ideias com um estilo literário. Por exemplo, se digo que alguém corre como um galgo, estou usando uma hipérbole.

Na linguagem publicitária, também encontramos exemplos de figuras retóricas. Nesse sentido, a publicidade visa despertar o interesse do consumidor e, para isso, necessita de uma linguagem sugestiva.

Fotos: iStock - baona / BraunS