em geral

definição de roteiro teatral

Em termos gerais, por roteiro, designa-se aquele texto em que é exposto o conteúdo de uma peça de um programa de televisão ou de um filme, com todos os detalhes necessários, conforme o caso..

Quer dizer, o roteiro é a escrita em que todas aquelas indicações essenciais concordam em colocar em prática uma determinada encenação.

As ideias fundamentais do mesmo são escritas ordenadamente e em termos gerais, um roteiro observará as seguintes partes: introdução, desenvolvimento e resultado. O desenvolvimento, em quase todos os guiões, quer correspondam ao cinema, à televisão ou ao teatro, será a parte mais extensa deles, o próprio corpo e em que as ideias paralelas se realizam também no âmbito dos quais se encontram. outros acorrentados e desencadeados.

O roteiro teatral, que é o que trataremos a seguir, não só respeita todas as características gerais que mencionamos acima, mas também acaba por ser um completo guia para todos os membros da equipa em questão, tais como actores, realizador, produtor, designer de iluminação, cenógrafo, figurinista, músicos, responsáveis ​​pelo escurecimento e fecho das cortinas, entre outros.

Entre os elementos com o qual tem um roteiro teatral são contados os seguintes ... o diálogoou, é o elemento principal, uma vez que a maioria das peças tem conversas entre dois ou mais personagens, que se manifestam no diálogo. Então isso o ato, que é cada uma das partes em que uma peça é dividida. Por sua vez, o foto, é a parte do ato em que aparece a mesma decoração. Enquanto isso, um cenaa, será a parte do ato em que os mesmos personagens participam.

Outra parte fundamental do roteiro teatral é composta por anotações, que são aqueles indícios que indicam questões como as entradas e saídas da cena de um personagem, suas atitudes, gestos e expressões em geral. Além disso, nas dimensões, você perceberá a mudança de cenário, o local em que acontecem as ações, o cenário e todos os detalhes que compõem a encenação da obra.

E o último elemento é o personagens, que são aqueles indivíduos, geralmente atores profissionais, que se encarregam de dar vida aos acontecimentos da peça. Os personagens são classificados em personagens principais, eles são os mais importantes, sem estes a obra não teria sentido, os personagens secundários seguem os primeiros em importância e têm a função de acompanhá-los. E os ambientais, também chamados de circunstanciais e incidentais, que vão surgindo de acordo com as necessidades da obra em questão.