economia

definição de economia internacional

o Economia internacional, ou também chamado Economia mundial, é aquele ramo do economia macroeconômica cuja missão ébordejar todas as ações econômicas que um país mantém com os demais países e que podem ser de naturezas diversas como: comerciais, financeiras, turísticas e tecnológicas, entre outras.

Mas também a Economia Internacional vai intervir em questões monetárias, isto é, no uso das várias moedas nas nações e nas ajuste na balança de pagamentos.

Desde o século passado e até à data, e espera-se que a tendência continue a aumentar, a economia internacional tornou-se cada vez mais importante em consequência da globalização dos mercados que faz com que o que acontece nos mercados internacionais tenha um impacto nos mercados de cada país.

As economias de cada país estão ligadas ao resto dos países por meio do comércio internacional que consiste na compra e venda de produtos e serviços que se realizam no estrangeiro e, por outro lado, através as finanças, quando ambos os cidadãos ou entidades de um país possuem ativos financeiros emitidos em um país estrangeiro. Ressalte-se que é mais comum que bancos e empresas mantenham relações financeiras no exterior do que cidadãos.

Do exposto, surge a divisão da economia internacional em dois ramos, teoria do comércio internacional, que trata justamente das relações comerciais e teoria das finanças internacionais.

No quadro da atual economia internacional, existem três regiões geográficas pioneiras em dinamismo: a União Europeia, bloco asiático e NaftaEntretanto, entre as suas principais propostas encontram-se uma maior permeabilidade nas economias de carácter socialista e, por outro lado, o combate ao crescimento da pobreza e da desigualdade, especialmente nos países do. América latina e áfrica.